quinta-feira, 9 de Junho de 2011

QUAL O MELHOR GOLO EUROPEU DO ANO?

Mattie Burrows (GLENTORAN v Portadown)



Dejan Stankovic (INTER v Schalke)


szólj hozzá: Inter 1-0 Schalke

Pa-Modou Kah (RODA v VVV)



Fredy Guarin (PORTO v Maritimo)



Dimitris Salmas (PAS GIANNINA v Ethnikos Asteras)



Wayne Routledge (QPR v Coventry)



Johan Elmander (BOLTON v Wolves)



Lionel Messi (BARCELONA v Arsenal)


szólj hozzá: Barcelona 1-0 Arsenal

Eran Zahavi (HAPOEL TEL AVIV v Lyon)


szólj hozzá: Zahavi-gól a Lyonnak

Edison Cavani (NAPOLI v Lecce)



Christian Schulz (HANNOVER v Hamburg)



Eden Hazard (LILLE v Marseille)



Wayne Rooney (MANCHESTER UNITED v Manchester City)


SHH por bubbaprog

Ciro Capuano (CATANIA v Milan)



Lewis McGugan (NOTTINGHAM FOREST v Ipswich)



Julian Schuster (FREIBURG v Hoffenheim)



Jani Virtanen (JJK v KuPS)



Romain Poyet (BREST v Lille)



Lionel Messi (BARCELONA v Villarreal)



Dean Furman (OLDHAM v Notts County)



VOTAÇÃO LEVADA A CABO PELO

VEJA AQUI O VENCEDOR

terça-feira, 7 de Junho de 2011

FÁBIO COENTRÃO EM ENTREVISTA (TRADUZIDA DO ESPANHOL PARA PORTUGUÊS)


A polémica entrevista de Fábio Coentrão, dada a um media espanhol, que lhe pode valer um processo disciplinar por parte do Benfica.

¿Foi longa a sua temporada?

Nem tanto... Foi boa a nível individual. Bem conseguida. O fim foi mais trabalhoso, porque queria  dar um salto na minha carreira, para o Real Madrid. Esse é o limite.

¿Como viveu estes últimos dias?

Custou-me estes últimos dias com a selecção. Quem viu o jogo, notou que não estava na minha melhor forma.

¿Estava nervoso?

Algo forte dentro mim impediu-me de mostrar o meu melhor eu. ¡Mas é normal, estar nervoso!

¿Como se entendeu com Cristiano na ala esquerda?

Não foi a melhor demonstração do que podemos fazer. Estava nervoso, sendo um jogador do Benfica, a um passo do Real Madrid. Estava um pouco atormentado... Mas se não conseguir jogar com o melhor do mundo, também não será fácil jogar com os outros. Tive a companhia de bons jogadores no Benfica e agora, tenho a oportunidade de jogar com os melhores do Mundo, em Madrid..Vou aprender muito e serei um jogador melhor dentro de dois, três anos

Bem, já fez grandes jogos com Di Maria... ¿Quantas assistências para golo têm entre os dois?

Não sei, mas foram muitas. Como digo, é fácil estando ao lado dos melhores. Agora me imagino jogando com Cristiano e... ¡buff! Seria bonito.

¿Que recordações guarda de Vila do Conde, cidade onde nasceu?

Tive uma infância difícil, mas muito feliz...

¿Difícil como?

Economicamente. Chegava a ser difícil, arranjar o que comer. Tive uns pais muito trabalhadores e eu próprio comecei a trabalhar aos 13 anos, porque a vida não era fácil. Mas sempre fui feliz. Era o mais feliz de todos. Não tinha dinheiro, mas podia fazer o que queria na rua. Ninguém tinha mais liberdade do que eu.

¿É verdade que era traquina?

Sim... Queria ser sempre o primeiro. Na realidade, queria ser o primeiro em tudo.

¿Qual era o trabalho?

Era pintor.

De pincel, imagino.

¡Não me envergonho desses tempos! Tenho orgulho. Aos 13 anos lutava pela vida e dado isso hoje sou o que sou.

¿Formou esse carácter?

Disputo cada jogada como se fosse a última. Por essa razão é que os adeptos gostam de mim. Dou graças a Deus pela vida que tenho.Antes trabalhava até as 7 da tarde e só depois podia jogar futebol. Agora posso ir para o Real.

¿O que comprou com o seu primeiro salário?

Nada de especial. O dinheiro serviu para a minha alimentação.

¿E a maior prenda que deu aos seus pais?

Isso aconteceu à pouco. Trouxe-os a Madrid. Eles dizem que a maior prenda que lhes posso dar, é eu me manter fiel a mim mesmo. Aprendi a ser modesto.

¿Qual era a profissão do seu pai?

Era pescador. Aos 12 anos, foi trabalhar para o Canadá, durante 6 meses, para a pesca do bacalhau. Não o víamos muitas vezes. A minha mãe também trabalhava, numa fábrica de conservas.

¿Porque não foi com eles para França?

Tinha 14 anos. E queria ir. Mas diziam aos meus pais que podia ter sucesso no futebol e que devia continuar a jogar. Optámos por esta decisão em conjunto, e como vê acertámos. Foi uma vida dura para mim.

¿Qual foi o pior momento na sua carreira futebolística?

Quando estive por empréstimo no Zaragoza. Marcelino não foi correcto comigo. Aceito o facto de ele não gostar da minha forma de jogar. Depois começaram a dizer que saía muito à noite e que me metia em outros problemas.

Outras estrelas, também, tiveram inícios difíceis...

¡Mas eu não saía muito à noite! Saía, claro, porque não estava preso e sou uma pessoa normal, mas não tanto como se dizia. Apesar de tudo, tirei lições positivas dessa experiência.

¿Porquê?

Hoje, já sei, que para triunfar no futebol, não basta ser bom dentro do campo. Estou mais forte e melhor preparado.

¿Para o Real Madrid?

Estou sob pressão, neste momento, por ter que terminar a minha ligação ao Benfica. No momento, em que estiver no Real, com os melhores jogadores, o melhor treinador.. ¿Porque é que sentirei pressão? Será fácil jogar.

Defina-se como futebolista.

Sou rápido, bravo, com muita raça. ¡Não sei, é complicado falar de mim! Sou um jogador de muita entrega, coisa que os treinadores levam muito em conta no futebol actual.

¿Tem defeitos?

¡Nenhuns! (Risos).

¿Quem foi a pessoa mais importante para si no futebol?

Jorge Jesus (o treinador) no Benfica. É uma pessoa fantástica que me ajudou muito. Ajudou-me a melhorar.

¿Como é que o ensinou a defender, transformando-o num lateral?

Bem, quando era extremo também defendia. Para mim pode-se aprender mais em termos defensivos. A atacar não acontece a mesma coisa.

Mourinho deu a entender que também pode jogar no meio campo.

No Benfica também joguei mais recuado,como médio interior, como Mourinho disse. Ele é considerado o melhor devido à sua diferença. Se o diz é porque sabe que as minhas qualidades se podem adequar a esse papel.

¿Como é que Mourinho o convenceu a ir para o Real Madrid?

Com o trabalho que tem feito. Não são todos que se podem gabar de um palmares como o de Mourinho. Isso convence qualquer jogador.

¿Será titular no Real Madrid?

Venho para ajudar o clube em todas as metas. Logo, quero jogar o máximo possível. Vou trabalhar intensamente para ajudar. Tenho consciência de que ali estão os melhores. Quero ser mais um. Gostava de ganhar tudo ali.Vou por isso, pela Champions pela Liga.

¿Como avalia o comportamento do Benfica para consigo?

Não me compete a mim responder.

¿Portaram-se mal?

Isso é do âmbito do meu empresário, Jorge Mendes. Tenho um bom relacionamento com Vieira, o Benfica está no meu coração. Tentei ficar, é claro, mas minha decisão está tomada. Agradeço ao Benfica, mas o Benfica também tem que estar grato.

¿Prometeram-lhe a saída neste Verão?

Como lhe disse, dessas questões trata o meu empresário. Eu quero sair para o Real a todo o custo.

¿Está seguro? ¿Só aceita ir para o Real Madrid?

A pressão leva-me a dizer isto. Eu tenho uma coisa boa: digo as coisas como me saem do coração. Sei do interesse de outros clubes, mas o meu coração aponta-me o Real Madrid. Digo-me a mim mesmo: "É o que quero e o que tem de ser, e vai a ser..."

¿Qual era o seu clube em pequeno?

O Real Madrid...

¡Não acredito! ¿Nasceu para o Real Madrid?

Sempre gostei do Real. Sempre quis vestir aquela camisola.

¿Quais são as suas primeiras memórias do Real Madrid?

Recordo-me, sobretudo, da chegada de Figo. Sempre quis ser como ele.Também me lembro das Champions ganhas e as grandes contratações de Ronaldo e Zidane. Mal esperava por chegar a casa e ver os jogos daquela equipa, a melhor da história.

¿Chegou a conhecer Figo?

Não, não... Se Deus quiser será o melhor de sempre do Real Madrid.

¿Esteve perto de jogar no Bayern no verão passado?

Como já disse, tomo as minhas decisões com coração. O Verão passado fiquei no Benfica, porque era aí que estava o meu coração. Sempre fui sincero. Agora só tenho o Real na cabeça e quero ir para lá rapidamente.

¿Gosta da forma de jogar do Real de Mourinho?

Já foi mais difícil bater o Barcelona. Com uma equipa nova, Mourinho ficou a quatro pontos na Liga, ganhou a Copa e na Champions tudo podia acontecer. ¡Todo num ano! Com um pouco de tempo, o Real tem tudo para superar o Barcelona

¿Quais são os seus sonhos, de momento?

Só quero jogar no Real. Tenho um grande objectivo actual. Não quero ser só um jogador do Madrid, quero aproveitar, jogar e demonstrar que mereço estar ali.O meu objectivo não é só ser jogador do Real Madrid, mas sim triunfar no Real Madrid.

¿Trabalha melhor com Cristiano, com Pepe ou com Carvalho?

Com todos, mas posso dizer que há poucos como Cristiano. É uma pessoa fantástica. É bom por natureza, que o conhece, pensa como eu. Merece tudo.

¿Costuma consumir muito futebol em casa?

¡Vejo tudo! Quando conheci a minha mulher, ela mal sabia o que era um jogo de futebol.Não gostava nada e agora não perde nenhum. Vemos os jogos juntos.

¿E qual é o jogador preferido da sua mulher?

¿Isso é uma pergunta séria? ¡Eu sou o melhor do mundo! (Risos).

¿Que diz ela do Real Madrid?

Ela está feliz pela oportunidade que tenho e por ir viver numa cidade grande. É um orgulho leva-los lá.

¿O que mudou com o nascimento da sua filha?

Tem quase um ano. Mudou a minha vida. Tenho mais responsabilidades, estou mais maduro...

¿Muda-lhe as fraldas?

¡Claro que sim! (Risos). Tento sempre aproveitar o máximo de tempo com ela. Dei-lhe o nome de Vitória, mas não tem nada a ver com a águia do Benfica. Sempre gostei desse nome.

¿Que outros gostos tem para alem do futebol? Tem pinta de surfista.

(Risos). ¡Quem me dera! Vou do trabalho para casa e de casa para o trabalho. Os meus amigos dizem: "¡Que passa, nunca sais!". Mas, agora que já estou de férias...

¿Que vai fazer nas férias?

Vou descansar, com a mente virada para o trabalho. Quero voltar em forma para um grande desafio. Estou a um passo de cumprir um sonho, ser do Real Madrid, e isso requer concentração e profissionalismo. Só isso me importa agora.

Fonte: 

sábado, 21 de Maio de 2011

TÁ MAL: TIVESSEM-NO CONTRATADO NO DIA DO JOGO E TINHAM IDO A DUBLIN...

CUIDADO AIMAR, AINDA TE VÃO OBRIGAR A FAZER MAIS UM DESMENTIDO...



«O F.C. Porto teve um grande ano e nós tivemos um ano mau. Equipas como a nossa estão obrigadas a jogar bem e não o fizemos»


«O Falcao já não surpreende. É um bom jogador e sabe aproveitar as liberdades que tem numa equipa que joga com três avançados. Pode baixar e depois subir para finalizar a jogada.»

quinta-feira, 19 de Maio de 2011

PORTO 1 BRAGA 0: FC PORTO É O CLUBE DO SÉCULO

  • O Porto venceu, ontem, o seu 5º título europeu, a Liga Europa, numa final inédita, frente a outra equipa portuguesa: o Braga. Estamos perante, até agora, a melhor equipa do século XXI, sendo a única que conseguiu 3 títulos europeus num espaço de apenas 8 anos!

  • André Villas Boas, entra igualmente para a história, como o treinador mais novo a consquistar uma prova europeia, com apenas 33 anos e 102 dias. Mais uma vez, Pinto da Costa a mostrar porque é o melhor dirigente desportivo do Mundo.

  • Num jogo nem sempre bem disputado, foi o Porto que teve maior clarividência, ao marcar, perto do final da 1ª parte, num cabeceamento fulminante de Falcao, indefensável para Artur; ate aí, o Braga limitara-se a jogar para o erro do adversário, mantendo o bloco baixo, pressionando Moutinho, de modo a anular o meio campo portista; deste modo, o Porto teve que optar por atacar pelos flancos, com Hulk a estar em muito bom plano, sendo dos melhores em campo, juntamente com Guarin e Falcao.


  • Na 2ª parte, o Porto limitou-se a gerir o jogo, contra um Braga que atacou mas com coração do que com cabeça. Mossoró podia ter empatado o jogo, mas Helton foi enorme e demonstrou a experiência portista e praticamente aí ficou decidido que a taça não fugiria ao Porto. Há que destacar do lado bracarense, a grande exibição de Paulão, intransponível, tendo anulado muitas iniciativas dos avançados portistas. Um defesa que bem servia para o Porto...


  • Um resultado justo, apesar de o Porto não ter apresentado a melhor versão de si próprio. Não senti a emoção das finais do Porto de Mourinho, mas o mais importante foi conseguido. Na Supertaça Europeia, o nível é mais elevado e aí terá que se ver o melhor Porto.
 
 
  • Já ultrapassámos o Man Utd, em nº de troféus europeus. Agora, é esperar que o Barcelona ganhe, para termos as duas melhores equipas do mundo, a jogar no Mónaco, em Agosto.
AC Milan: 17;
Real Madrid: 16;
Ajax: 11;
Liverpool: 11;
Juventus: 10;
Barcelona: 10;
Bayern München: 8;
Internazionale: 8;
FC Porto: 7;
Manchester United: 6. 

Highlights - MyVideo